Santuario D’ Oropa – Biella – Italia
Associação Madre Cabrini
Catolicismo Romano
Provincia di Biella
Provincia di Roma
Chiesa Cattolica Italiana
FONTES FORMADORAS DO CANTO GREGORIANO PDF Imprimir E-mail
Fontes formadoras

As fontes formadoras do Canto Gregoriano foram principalmente as seguintes:

1) O canto ritual dos judeus, que contribuiu com o estilo de cantar "melismático", isto é, enfeitado. Ocorre principalmente no "jubilus", que é a parte de longos e variados vocalizos nos "Alleluia" do "Proprium" das missas.

2) Os "modos" dos gregos. Da grande vaiedade existente, a Igreja se fixou nos atuais 8 modos gregorianos.

3) O "cursus" da língua latina, que consiste na distribuição equilibrada dos acentos no discurso falado. No "cursus" não se toma como critério a sílaba tônica, mas a sílaba onga breve, à semelhança do que ocorre na métrica. Do "cursus" deriva o ritmo verbal, de vital importância no canto silábico. Há evidências de que as melodias gregorianas tiveram sua origem na extensão do acento da palavra latina. De onde se conclui ser grande equívoco passar as melodias gregorianas para a língua vernácula, onde os acentos são completamente diversos.
 
< Anterior   Próximo >
Copyright © 2010 Catolicismo Romano | Powered by UNOPress