Santuario D’ Oropa – Biella – Italia
Chiesa Cattolica Italiana
Provincia di Biella
Catolicismo Romano
Associação Madre Cabrini
Provincia di Roma
SANTA TERESINHA DO MENINO JESUS - 01 DE OUTUBRO PDF Imprimir E-mail

Santa Teresinha do Menino Jesus - 01 de outubro

 

Padroeira das Missões


Santa Teresa do Menino Jesus e da Sagrada Face, Santa Teresa de Lisieux ou apenas Santa Teresinha nasceu em 2 de janeiro de 1873, em Alençon, França. Filha do relojoeiro Louis Martin e da artesã Zélie Guérin, ela abraçou a vida religiosa assim como suas cinco irmãs.

 

Próximo de completar 15 anos, no final de 1887, Santa Teresinha entrou para o convento das carmelitas, situado na cidade de Lisieux.

 

Passou nove anos no convento vivendo a mais intensa fé eclesiástica. Em abril de 1896 descobriu-se que ela estava com tuberculose. Santa Teresinha queria muito ir como missionária para a Indochina, mas sua saúde debilitada não lho permitiu. Nos últimos dezoito meses de sua doença, passou por difíceis momentos, vindo a falecer em 1897, aos vinte e quatro anos de idade.

 

A santa dissera que uma chuva de rosas (bençãos) cairia sobre a Terra após a sua morte. E não demorou para os milagres começarem a aparecer. A cura de um seminarista em Lisieux em 1906 e a cura de uma religiosa nos Baixos Pireneus em 1919 são apenas dois dos vários considerados indiscutíveis pela Igreja.

 

Fato importante da vida de Santa Teresinha, com certeza, foi a sua inclinação aos escritos. Na autobiografia "História de uma alma" é possível perceber a serenidade de sua alma em várias citações. Já debilitada pela tuberculose, não rejeitava qualquer sacrifício: continuava "a jogar para Jesus flores de pequenos sacrifícios". Ainda escrevia conforme o convite do evangelho de se fazer pequeno como criança: "Eu havia me oferecido a Jesus Menino como um brinquedo, e lhe havia dito que se servisse de mim não como uma coisa de luxo, que as crianças se contentam em guardar, mas como uma pequena bola sem valor, que ele pudesse jogar na terra, empurrar com os pés, deixar em um canto ou também apertar contra o coração, quando isso lhe agradasse. Numa palavra, queria divertir o Menino Jesus e abandonar-me aos seus caprichos infantis".

 

Santa Teresinha se tornou um símbolo popular nos tempos modernos, porque defendia que a santidade pode ser alcançada por qualquer pessoa, mesmo que "seja obscura, humilde, sem talento e comum, por meio de pequenos atos e pelo desempenho das obrigações diárias num aperfeiçoado espírito de amor a Deus".

 

A fama de sua santidade e de seus milagres aceleraram-lhe a canonização. Após ser beatificada, em 1923, recebeu a canonização, em 1925, sendo considerada a "Padroeira das Missões" pela sua armadura espiritual.

Oração:

Santa Teresinha, a vós recorremos em nossas trevas. Alcançai para nós, para a nossa pátria, as luzes do Divino Espírito Santo, para que todo o nosso íntimo seja luz e claridade, para que recebamos sempre os raios benéficos e esplêndidos de quem se apresentava ao mundo como a Luz celeste. Amém 

 
< Anterior   Próximo >
Copyright © 2010 Catolicismo Romano | Powered by UNOPress