CREDO IN LATIN
Associação Madre Cabrini
Catolicismo Romano
Provincia di Roma
Provincia di Biella
Santuario D’ Oropa – Biella – Italia
Chiesa Cattolica Italiana
Enquete
O que você sabe sobre catolicismo romano?
 
Frontpage Slideshow (version 2.0.0) - Copyright © 2006-2008 by JoomlaWorks
"SÓ CRISTO É O CENTRO DE TUDO, NINGUÉM MAIS" - EDITORIAL ESCRITO PELO PADRE JOSÉ CÂNDIDO DA SILVA PDF Imprimir E-mail
Só Cristo é o centro de tudoCristo foi crucificado, morto e sepultado, e ao terceiro dia ressurgiu dos mortos". A crucificação, além de ser a chave interpretativa da vida de cada um de nós e de todo o universo, atualiza a centralidade de Cristo na Igreja e no mundo.


Cristo é o princípio e o fim de tudo Ele é o Pleroma, a plenitude da divindade no dizer do apóstolo São Paulo. E é desta plenitude que todos nós recebemos a graça, a vida e a vida plena em comunhão com toda Trindade.

Nunca devemos colocar outro centro de referência na vida da Igreja que não seja Jesus Cristo. É muito triste, e mesmo escandaloso, quando ministros da Igreja parecem querer substituir o Senhor e eles se transformam aos próprios olhos e nos olhos de seus "fãs" na referência  última ocupando até mesmo o lugar do próprio Deus. Parecem que negam a divindade de Jesus para que eles sejam os verdadeiros mediadores entre Deus e os demais. Alguns  em intenso cultivo de uma idolatria pessoal, ególatra, negam até mesmo a pessoalidade ou a tripessoalidade do Deus revelado para se transformarem no próprio Deus.

Ninguém fala ou se relaciona com um Deus morto, mas com um ministro "vivo" , sim. Se sua presença e fala tem cheiro de "absolutas", sagradas, ele é o deus para aquelas pessoas às quais ele próprio conduziu à descrença no Deus verdadeiro.

Nada neste mundo pode substituir a centralidade do Ministério de Cristo. Nem a Igreja, que é seu Corpo, e que O chama de Nosso Senhor, poderá pensar em ter esta pretensão, quanto mais  ministros da Igreja tais como padres, frades, bispos, papa, ou quer quem seja.

Toda nossa pregação se transforma em palavreado vazio se não for sustentada por uma atitude humilde de servir às pessoas como frágil extensão- famoso vaso de argila- do ministério de Cristo, o Verbo encarnado, verdadeiro homem e verdadeiro Deus, exatamente isso, nosso único Senhor e Salvador.

 
Pe. José Cândido da Silva é Pároco da Igreja de São Sebastião, Belo Horizonte, Minas Gerais.

 

 
< Anterior   Próximo >
Copyright © 2010 Catolicismo Romano | Powered by UNOPress