Catolicismo Romano
Provincia di Roma
Provincia di Biella
Associação Madre Cabrini
Santuario D’ Oropa – Biella – Italia
Chiesa Cattolica Italiana
Católicos com tendências homossexuais falam de castidade PDF Imprimir E-mail

Pode não ser do conhecimento geral, mas existem organizações católicas, que oferecem assistência espiritual às pessoas com atração pelo mesmo sexo conforme as necessidades próprias.

O Instrumentum Laboris para o próximo Sínodo dos Bispos sobre a família, evidência no parágrafo 118: "O grande desafio será o desenvolvimento de uma pastoral que consiga manter o justo equilíbrio entre acolhimento misericordioso das pessoas e acompanhamento gradual rumo a uma autêntica maturidade humana e cristã.

Este será o tema da conferência internacional das organizaçãoes Courage e Encourage 2014 dedicada ao Papa Francisco. A conferência terá lugar de 17 a 20 de julho na Villanova University, na Filadélfia, onde centenas de delegados de todo o mundo, serão recebidos pelo arcebispo da cidade, Charles J. Chaput, que celebrará a missa de abertura. A Courage é um modelo que tem dado bons resultados no cuidado pastoral das pessoas homossexuais. Trata-se de um  programa promovido pelo episcopado da Igreja Católica em favor de toda a comunidade eclesial, que visa dar assistência moral e espiritual às pessoas que vivem a atração pelo mesmo sexo e ao mesmo tempo desejam viver de acordo com a doutrina da Igreja Católica.

EnCourage é uma organização que apoia a precedente, oferecendo ajuda aos familiares, cônjuges e amigos das pessoas com atração pelo mesmo sexo. Os dois apostolados, em constante crescimento, estão presentes em mais da metade das dioceses dos Estados Unidos e em quatorze países em cinco continentes, incluindo a Espanha (www.courage-latino.org). A conferência internacional, realizada anualmente, é um momento importante para ouvir novos testemunhos e aprofundar os objetivos do apostolado tendo em conta a experiência adquirida nesta âmbito da nova evangelização.

Courage nasceu em 1980 por iniciativa do então cardeal de Nova Iorque Terence Cooke, que encarregou a um teólogo reconhecido a mensagem de caridade e de verdade da Igreja: Padre John Harvey dos Oblatos de São Francisco de Sales (1918-2010).

Courage é a única ‘forma pastoral’ para os homossexuais oficialmente aprovado pelo Vaticano. Desde então, centenas de grupos foram formados em todo o mundo, que perseguem com coerência o espírito com que nasceu esta iniciativa. A missão da Courage se resume em cinco objetivos, sendo o primeiro muito claro e decisivo: viver a castidade.

Os membros são conscientes do fato de que a paz e a graça necessárias para viver uma vida casta só se encontra cultivando uma vida espiritual forte, através da oração e dos sacramentos. Os outros quatro objetivos se concentram na ajuda mútua, no desenvolvimento de amizades castas e no testemunhar a ação transformadora da graça na vida de cada dia.

O programa prevê encontros regulares para compartilhar, tomando como exemplo, o método utilizado pelos Alcoólicos Anônimos.

Acompanhado por um caminho de catequese católica (oração, leituras espirituais, sacramentos, meditação, caridade), sob a orientação espiritual de um sacerdote.

As iniciativas da Courage e EnCourage são particularmente importantes porque demonstram que é possível perceber a atração pelo mesmo sexo e ainda ser um cristão devoto. Courage não utiliza curas terapêuticas, mas um programa moral e espiritual, valorizando a vocação cristã da pessoa, que vai além da condição homossexual.

Sim, em alguns aspectos, por causa de muitos preconceitos e ideologias que nasceram sobre a homossexualidade, pode parecer estranha a situação de uma pessoa atraída pelo mesmo sexo que seja ao mesmo tempo um cristão verdadeiro, mas os princípios que inspiram e justificam uma pastoral específica são simples: A vocação à santidade, também na vida cotidiana, reforçada pelo Concílio Vaticano II, está presente em todos os batizados, sem exceção.

Se estes são os princípios unificadores para todos os batizados, as especificidades de uma catequese para pessoas com atração pelo mesmo sexo vem da dificuldade de enfrentar metas difíceis de prosseguir (mas possível com a Graça Divina) e do compromisso de levar uma vida plena humana e espiritual.

Por estas razões, os membros dos grupos Courage são incentivados a aprofundar o discipulado cristão através de uma intensa participação na vida sacramental da Igreja e a testemunhar, aconselhar e envolver-se em obras de caridade. Uma das testemunhas, no site da Courage, explica que a sua decisão de aderir ao programa nasceu ao ver outros participantes comprometidos com a Palavra, ministros da sagrada comunhão, na prática da comunhão diária, dedicados em ajudar os doentes nos hospitais e na distribuição de alimentos para os pobres.

Entre os palestrantes do programa deste ano está o Pe. Paulo Check, diretor internacional do Apostolado da Courage, que foi entrevistado por ZENIT. Pe. James Brent, O.P. apresentará o relatório De um grau de glória para outro: a castidade como beleza espiritual; Immaculée Ilibagiza, sobrevivente do genocídio de Ruanda, contará sua história de fé, esperança e perdão; Pe. Joseph Koterski, S. J falará sobre o sentido cristão da sexualidade humana; Pe. Philip Bochanski, C.O, irá discutir o exemplo dos mártires ugandeses de Namugongo; Don Donald Timone, da diocese de Nova York, dará uma palestra intitulada Descendo a montanha; e se concluirá com o ciclo de intervenções do ex-protestante que se converteu ao catolicismo, Andrew Comiskey.

A conferência será uma oportunidade para mostrar o documentário "Desire of the Everlasting Hills" que apresenta depoimentos de alguns membros. O primeiro de uma série, em breve disponível também em outros idiomas para todas as dioceses que desejam promover este apostolado.

 
< Anterior   Próximo >
Copyright © 2010 Catolicismo Romano | Powered by UNOPress