Catolicismo Romano
Provincia di Roma
Provincia di Biella
Associação Madre Cabrini
Santuario D’ Oropa – Biella – Italia
Chiesa Cattolica Italiana
Existe livre arbítrio ou tudo já está determinado por Deus? PDF Imprimir E-mail

 

Dúvida do internauta Cássio Cordeiro Campos Souza - São Paulo - SP:

 
Acompanho com frequência o site e as diversas matérias. Sou católico, porém, não pratico como gostaria. Uma vez, ouvi um sermão de um padre da Paróquia de Santo Ivo, onde ele dizia o seguinte: "Nenhuma folha cai de uma árvore sem a permissão de Deus". Em outra oportunidade o mesmo padre mencionou que temos o livre arbítrio. Ora, creio que as duas argumentações entram em confronto.
 
O que me despertou a atenção, por exemplo, foi o fato ocorrido com o político Eduardo Campos, que morreu em um acidente aéreo. O que eu gostaria de saber de fato é: "nossa morte esta programada" ou não? Um trágico acidente aéreo é uma fatalidade ou já está tudo determinado por Deus, inclusive o dia de nossa morte?
 
Gostaria desta explicação, pois não me parece muito claro dentro da Igreja Católica estas questões de livre arbítrio e coisas determinadas por Deus. As duas coisas entram em confronto. Muito obrigado e aguardo uma resposta.
 
Resposta:

Prezado Cassio,

Começo aconselhando-o a ser um bom católico, praticante, como você mesmo gostaria de ser. Vamos à questão: os dois sermões que você ouviu de um padre na paróquia por você mencionada, não se contradizem, mas se completam. Para entender melhor, temos que distinguir entre o que Deus quer e o que Deus permite. As coisas boas, Deus as quer. As coisas más, Deus as permite.

Tudo o que acontece, é porque Deus permite, porque do contrário não aconteceriam, mas no final tudo coopera para o bem. Para que ainda se possa entender o problema, temos que distinguir entre presciência de Deus e liberdade humana. O fato de Deus conhecer de antemão tudo o que vai acontecer - chamamos isso de presciência divina - não significa que as coisas vão acontecer, exatamente porque Deus previu, porque entra aí o fator da liberdade humana, a qual Deus respeita, mesmo quando o homem opta  pelo mal. Nós dizemos então que a presciência divina não tolhe a liberdade humana. As escolhas do livre arbítrio acontecem não porque Deus as previu, mas Deus as previu porque acontecem. Os acontecimentos que nós chamamos de "contingentes", muitas vezes são resultado da livre escolha do homem, que usa da sua liberdade para se determinar a fazer as coisas que nem sempre vão dar bom resultado.

Vamos, por exemplo, citar um caso ocorrido no ano de 2014. O piloto do jatinho que conduziu o político Eduardo Campos e seu séquito, recebeu a informação de que as condições climáticas não eram tão favoráveis: muita nuvem, teto baixo, chuva, pista escorregadia, vento, etc. Ele foi livre para decidir por fazer a viagem ou esperar melhor tempo. Certamente que ele achou que poderia fazer um voo seguro. Mas, esta decisão livre dele, fez com que acontecesse o que aconteceu. Deus não interfere na liberdade do homem. Deus esconde aos homens, o "porquê". Porque Deus permite isso ou aquilo. Ele sabe o que faz e não precisa dar-nos satisfação. Ele permitiu que o seu próprio Filho, Jesus, fosse morto cruelmente. Tirou um bem extraordinário deste acontecimento.  Aquilo que chamamos de "mal", nem sempre o é.

Há um sábio ditado que diz: "Há males que vem para bem". Deus vê não só o presente, mas também o futuro, e vendo futuro, ele permite que aconteçam certos males aparentes, como alguém - aqui faço uma comparação bem prosaica- que num jogo de xadrez perdesse de propósito algumas pedras para que, numa estratégia de guerra, pudesse chegar ao resultado final do xeque-mate. No céu compreenderemos a razão dos acontecimentos que agora são para nós incompreensíveis. Não cai uma folha da árvore, não cai um fio de cabelo sem a permissão de Deus e este mesmo Deus permite que façamos nossas escolhas que muitas vezes vão contrariar os planos que Ele tem com relação a cada um de nós. Deus prefere respeitar nossa liberdade, a submeter-nos a um fatalismo cego.

Equipe Catolicimo Romano.



 
< Anterior   Próximo >
Copyright © 2010 Catolicismo Romano | Powered by UNOPress