Provincia di Roma
Associação Madre Cabrini
Chiesa Cattolica Italiana
Santuario D’ Oropa – Biella – Italia
Catolicismo Romano
Provincia di Biella
PARÓQUIA SANTA TERESINNHA - SÃO PAULO PDF Imprimir E-mail

Paróquia Santa Teresinha - SPPor volta de 1918, os Salesianos, adquiriram uma chácara no Alto de Santana, bairro do Chora Menino, onde construíram, em primeiro lugar, um campo de futebol e um galpão para os alunos do Liceu passearem e brincarem, num ambiente de ar puro, pois muitos deles estavam convalescendo da Grande Gripe, que assolou o mundo depois da Primeira Guerra Mundial (1914-1918).

A chamada Igreja Votiva de Santa Teresinha começou a ser erguida em meados de 1924, para cumprir um voto que o Padre Luiz Marsigaglia, naquele tempo Diretor do Liceu Coração de Jesus, fez à Teresa de Jesus, em agradecimento pela proteção recebida durante a Revolução de 1924, episódio em que tropas rebeldes do Exército e da Força Pública de São Paulo, sob o comando do General Isidoro Dias Lopes, tentaram sufocar a resistência do Palácio dos Campos Elíseos, onde tropas legalistas defendiam o Governador Carlos de Campos.

Várias vezes, as bombas dos canhões caíram dentro do Liceu, não ferindo nenhum dos internos. Os meninos foram, então, levados para o prédio da imigração, no bairro do Brás, atravessando a pé as ruas da cidade, em formação e uniformizados com fardas caqui.

Nesta ocasião, um novo e maior milagre ocorreu, pois confundidos como forças militares inimigas, por pouco não foram mortos.

Cumprindo a promessa do Padre Marsigaglia, em 1924, o Liceu começou a erguer a Capela dentro da referida chácara, contando com seus próprios recursos e auxílio dos Salesianos Cooperadores, capela essa que veio a ser inaugurada em 04 de abril de 1927.

 

Nessa condição de capela, permaneceu durante 12 anos, até que em 26 de março de 1939, foi colocado o sino da igreja, não sem um grande susto, conforme atesta a redação lavrada no Livro Tombo, que narra: "Após os discursos, os bombeiros começaram a erquer o sino. A escada, porém, não fez o serviço direito; e assim quasi se matam 2 bombeiros; por se ter rebentado o cabo de aço. Era a 1ª vês que se usava essa escada, último modêlo."(sic).

 

Mais um ano ainda se passou e finalmente, em 27 de outubro de 1940, houve o decreto episcopal de ereção da paróquia Santa Teresinha, elevando o templo, da condição de capela à condição de Igreja Matriz Paroquial.

 

Por volta de 1918, os Salesianos, adquiriram uma chácara no Alto de Santana, bairro do Chora Menino, onde construíram, em primeiro lugar, um campo de futebol e um galpão para os alunos do Liceu passearem e brincarem, num ambiente de ar puro, pois muitos deles estavam convalescendo da Grande Gripe, que assolou o mundo depois da Primeira Guerra Mundial (1914-1918).

A chamada Igreja Votiva de Santa Teresinha começou a ser erguida em meados de 1924, para cumprir um voto que o Padre Luiz Marsigaglia, naquele tempo Diretor do Liceu Coração de Jesus, fez à Teresa de Jesus, em agradecimento pela proteção recebida durante a Revolução de 1924, episódio em que tropas rebeldes do Exército e da Força Pública de São Paulo, sob o comando do General Isidoro Dias Lopes, tentaram sufocar a resistência do Palácio dos Campos Elíseos, onde tropas legalistas defendiam o Governador Carlos de Campos.

Várias vezes, as bombas dos canhões caíram dentro do Liceu, não ferindo nenhum dos internos. Os meninos foram, então, levados para o prédio da imigração, no bairro do Brás, atravessando a pé as ruas da cidade, em formação e uniformizados com fardas caqui.

Nesta ocasião, um novo e maior milagre ocorreu, pois confundidos como forças militares inimigas, por pouco não foram mortos.

Cumprindo a promessa do Padre Marsigaglia, em 1924, o Liceu começou a erguer a Capela dentro da referida chácara, contando com seus próprios recursos e auxílio dos Salesianos Cooperadores, capela essa que veio a ser inaugurada em 04 de abril de 1927.

 

Nessa condição de capela, permaneceu durante 12 anos, até que em 26 de março de 1939, foi colocado o sino da igreja, não sem um grande susto, conforme atesta a redação lavrada no Livro Tombo, que narra: "Após os discursos, os bombeiros começaram a erquer o sino. A escada, porém, não fez o serviço direito; e assim quasi se matam 2 bombeiros; por se ter rebentado o cabo de aço. Era a 1ª vês que se usava essa escada, último modêlo."(sic).

 

Mais um ano ainda se passou e finalmente, em 27 de outubro de 1940, houve o decreto episcopal de ereção da paróquia Santa Teresinha, elevando o templo, da condição de capela à condição de Igreja Matriz Paroquial.

PARÓQUIA SANTA TERESINHA - SALESIANAS  

Praça Domingos Correia da Cruz, 140 - Santa Teresinha - Zona Norte

02405-060
São Paulo - SP
Fone: (11) 2979.8161

 
< Anterior   Próximo >
Copyright © 2010 Catolicismo Romano | Powered by UNOPress