Santuario D’ Oropa – Biella – Italia
Chiesa Cattolica Italiana
Provincia di Biella
Catolicismo Romano
Associação Madre Cabrini
Provincia di Roma
PARÓQUIA CRISTO REI - BAIRRO TATUAPÉ - SÃO PAULO PDF Imprimir E-mail

A Paróquia Cristo Rei, enquanto estrutura que existe hoje, nasce inserida numa realidade muito diferente da qual nós nos encontramos atualmente. A princípio, o Tatuapé contava com inúmeras chácaras e a Estrada Velha da Penha, atual Rua do Tatuapé. Este trajeto era uma simples ligação para quem viesse do centro da cidade para a Penha, através da Avenida Celso Garcia. O mesmo situava-se entre os Ribeirões Aricanduva e Tatuapé tendo, ao sul o Bom Parto e, ao norte, o saudoso Rio Tietê que corria sinuosa e preguiçosamente banhando a chácara do Piquerí.

Nas proximidades, os barqueiros trabalhavam retirando areia do rio ou transportando a produção das diversas olarias, que operavam na região. Graças à colaboração de todos e de muitas famílias generosas, por volta de 1929 surgiu a primeira capela, até então dedicada ao Menino Jesus, pequena e modesta. Antes da chegada dos Missionários do Verbo Divino, esta capela então dedicada ao Menino Jesus, recebeu vários outros nomes e santos como padroeiros, mas em 1930 foi oficialmente declarada, pelos padres verbitas, Cristo Rei como sendo o seu Padroeiro.

Com a chegada da industrialização à região, com a excelente assistência prestada pelos sacerdotes e sempre contando com a generosidade popular, a modesta capela de Cristo Rei erigia-se, suntuosamente.

O marco deste desenvolvimento se deu com o lançamento da pedra fundamental em 28 de Outubro de 1934, eis que estava consumado o gesto inicial da obra, que porventura, se tornaria no que hoje temos e conhecemos como a Paróquia Cristo Rei.

Canonicamente, só em 31 de Outubro de 1937 é que a capela Cristo Rei foi desmembrada da Paróquia Nossa Senhora do Bom Parto à qual procedeu-se a instalação da nova Paróquia de Cristo Rei, dada pelo Excelentíssimo Senhor Arcebispo de São Paulo, Dom Duarte Leopoldo e Silva, recebendo assim o apoio e a benção de Sua Santidade o Papa Pio XI, contudo, o povo já nutria com fé, amor e devoção um carinho todo especial pela casa de Deus dedicada ao seu Filho Jesus, o Cristo Rei do Universo.

Aos 25 de Outubro de 1939, eis que era celebrada a primeira missa na Igreja em honra ao seu padroeiro e em 1950, a Igreja foi finalmente sagrada pelo Excelentíssimo Senhor Dom Manuel Koenner, SVD.

Após a demolição da capela, em 1960, foi construído e inaugurado o Salão Paroquial, uma ampla construção, como ainda hoje se pode notar, onde se reuniam inúmeras associações daquela época, não só de cunho religioso mas, sobretudo social: costureiras, posto médico, gabinete dentário e os mais diversos cursos, desde os de corte e costura, pintura, até os de alfabetização de adultos, o antigo Mobral.

Quanto ao aspecto físico e artístico da Igreja, esta é uma história a parte: o escultor Bernard Franz Heise e sua esposa, procedentes da Alemanha, chegaram ao Rio de Janeiro para um projeto que acabou não se concretizando. Os padres do Verbo Divino os trouxeram então, para São Paulo, onde o casal passou a viver nas dependências paroquiais. Sendo mestre e um exímio artista, Bernard Franz Heise projetou e esculpiu todo o Altar-Mór, a Via-Sacra e todas as Imagens de madeira que compõem o estilo artístico do presbitério em madeira de lei. Indubitavelmente, uma grandiosa e belíssima obra de arte iniciada em 1953 e não concluída, pois, no projeto artístico de Bernard Franz Heise, havia outras obras a serem elaboradas para compor a nave central da Igreja. Mesmo assim, depois do belíssimo trabalho e do zelo e cuidado de sua esposa, falece em 1976, o casal Franz Heise: ele, uma semana após o falecimento de sua esposa.

Portanto, deixaram ao povo que os conheceu não só a sua admiração e respeito, como também perpetuaram até nós esta representação iconográfica da majestosa expressão da Santíssima Trindade, dando destaque Àquele que É, que Era e que Vem: Jesus Cristo Rei. A este casal, só nos resta gratidão e nossas orações! É importante fazer memória que, um ano antes do falecimento do casal, em 1975, a Paróquia de Cristo Rei já pertencia à Arquidiocese de São Paulo. Atualmente, nossa Igreja situa-se na Rua Maria Eugênia, numa região considerada central, com aproximadamente 50 mil habitantes, numa área de, aproximadamente, 4 km².

Paróquia Cristo Rei 

Rua Maria Eugênia, 104 - Tatuapé - São Paulo/SP
CEP: 03081-030

Fone: (11) 2295.1685

 
< Anterior   Próximo >
Copyright © 2010 Catolicismo Romano | Powered by UNOPress