Provincia di Roma
Santuario D’ Oropa – Biella – Italia
Chiesa Cattolica Italiana
Associação Madre Cabrini
Provincia di Biella
Catolicismo Romano
SINAIS DO CÉU QUE CONFIRMAM DOGMAS – PARTE I - ARTIGO ESCRITO PELA CATEQUISTA MÔNICA ROMANO PDF Imprimir E-mail
As atitudes tomadas pelo Papa Francisco nas últimas semanas, levou muitos de nós a consultar uma série de assuntos relacionados às profecias, principalmente as Profecias Marianas.

Não é de estranhar que tal fato aconteça. Somos espirituais e sabemos que existe uma Força que nos rege, mesmo aqueles que se declaram ateus, sabem disto, apenas não admitem por pura ideologia. Mesmo que racionalmente não admitamos, precisamos de sinais, precisamos de confirmações, e os sinais que Deus nos manda são grandiosos e inexplicáveis aos olhos da fria ciência, que não podendo compreende los , os atestam como sobrenaturais.

Com esta introdução não quero emitir opinião pessoal a respeito, mesmo que eu a tenha e a tenha de forma muito sólida, mas gostaria de descrever alguns fatos que aconteceram de forma milagrosa durante o curso de caminhada que se referem a nossa Igreja Católica e que muitos talvez desconheçam.

Sabemos que todas as nossas crenças e confirmações do Magistério como autênticas precisam de muitos anos de estudo, por isso alguns destes sinais, ainda carecem de aprovação eclesiástica,  não entram no holl dos dogmas, mas são dignos de fé. Todo cristão católico é obrigado por adesão a crer nos dogmas revelados pela Igreja, mas estão desobrigados de acreditar nos mistérios de fé, mas muitos dos dogmas foram confirmados por estes sinais divinos, por isso eu particularmente creio neles.

Comecemos pelo assunto mais difundido,  as Aparições Marianas.

São milhares de relatos ao redor do mundo inteiro, durante mais de sete séculos. Em sua maioria a Virgem Maria prefere a inocência das crianças para confiar seus apelos e segredos, mas pode também confia los a quem for necessário. Como Mãe zelosa que é da Igreja, suas mensagens mais impactantes são recados dirigidos aos sacerdotes e a Igreja ,  a todos sem distinção ela pede penitência, conversão e muita oração, de preferência do rosário.

Dentre milhares, o Vaticano ( Igreja ) reconheceu como autênticas e dignas de fé, apenas 16 aparições até o momento, 1347( Siena – Itália ), 1600 ( Agreda – Espanha ),1830 ( Rue D’Bac Paris – França ), 1836 ( Paris – França ), 1840 ( Blangy- França ), 1846 ( La Salette- França ), 1858 ( Lourdes – França ), 1876 ( Pellevoisin – França ), 1879 ( Knock- Irlanda ), 1917 ( Fátima- Portugal), 1932 ( Beauraing – Bélgica ), 1937 ( Polônia ), 1968 (Zeitun- Egito *Igreja Ortodoxa ), 1973 ( Akita – Japão ), 1980 ( Cuapa – Nicarágua ), 1981 ( Ruanda- África ).

Dentre as outras milhares de aparições, sete foram reconhecidas pelo bispo local e são igualmente reconhecidas, dez estão sendo examinadas pelo Vaticano que ainda não tem pronunciamento, mas são acolhidas pelos fiéis com fé, entre elas , 1961 ( Garabandal – Espanha ), 1981 ( Medjugorge- Bósnia ), 1987 ( Anguera – Brasil ). Outras 43 não tem pronunciamento, e estão espalhadas por todas as partes do mundo, em sua maioria nos EUA, e há uma inclusive na Rússia, onde está presente a Igreja Ortodoxa, apesar do sistema comunista.

A Igreja trata estas aparições com muito cuidado como todos podem atestar, são muito poucas as que Igreja reconhece e avalia como confiáveis e mesmo assim existe muito critério na avaliação. Sabemos que existe muita fraude, muito engano também e muitos fiéis são facilmente enganados por não conhecerem de fato sua doutrina e não praticarem a fé de forma correta. Tem que separar mágica de mistério. Para que um simples fiel possa avaliar com exatidão se uma suposta aparição é digna de fé, observe primeiro a vida de quem diz receber a mensagem , é uma vida santa, correta? Esta pessoa afasta os fieis do convívio com a Igreja local? Ele se submete a avaliação criteriosa do Bispo e da Igreja? Ele ganha benefícios financeiros com as supostas visões, ou beneficia algum amigo, parente com isso? Ele não fala de acordo com a doutrina que recebemos da Igreja? Tem tendência a formar um grupo só seu e separado da comunidade eclesial? Ele obedece às determinações dos bispos? Isso tudo tem que ser levado em consideração. É um assunto muito perigoso, o demônio é muito astuto, e pode fazer perder a muitos com uma aparição falsa e disseminação de “novos” conceitos estranhos a doutrina de sempre. Por este motivo a Igreja avalia com muito cuidado, e nós não temos que ser apressados em formular nossas próprias interpretações do que foi confiado aos videntes.

Não se sabe se antes do século XIII houve relatos de aparições , a primeira listada oficialmente pela Igreja é de 1347 à Santa Catarina de Siena, passaram se anos até 1600 com o próximo relato. A Igreja estava bem estabelecida , praticamente toda a Europa confessava o Credo Católico e apesar das dificuldades parecia um período de paz em que a Igreja não sofria ataques, exceto pelo Cisma Protestante. Mas note se que no século XIX, justamente onde nasceu o iluminismo, onde as Igrejas foram despojadas, e quase acabaram, onde nasceu o espiritismo e maçonaria, na França a Virgem Maria apareceu muitas vezes, com alertas incessantes sobre guerras, sobre a queda do clero, sobre o aumento dos pecados, advertiu várias vezes sobre a queda de fé, e aceitação de doutrinas diferentes ao que a Igreja cuidava e guardava com zelo, uma queda moral e espiritual do homem, fez com que a Virgem Maria usasse de todas as formas possíveis para alertar o mundo conhecido para que não declinasse da fé.

Temos em Fátima , Portugal a mais impressionante das aparições , um ano antes 1916 o arcanjo Gabriel apareceu aos três primos, preparou os com Eucaristias espirituais e orações  para receberem a presença da Virgem, e de 13 de Maio a 13 de outubro por seis meses a Virgem Maria os instruiu, proporcionou curas e milagres , mas principalmente , veio alertar o mundo. A Virgem confiou aos pastores os famosos três segredos, mas eu creio que tenha os advertido de muito mais e não saberemos, pois a única viva até 2005, Irmã Lúcia, a Igreja impôs um voto de silêncio ao qual ela obedientemente foi fiel. Mesmo quando em 1960 data marcada para revelação do terceiro segredo e este não foi revelado pela Igreja e até hoje não sabemos se o foi em sua totalidade, ou se foi mal interpretado, ela não se pronunciou, apenas confirmou no ano 2000 que tinha de fato escrito o segredo em duas folhas de papel, mas isso não quer dizer que ele não tenha sido adulterado. Jamais saberemos.

Mas Fátima é apenas a confirmação de um outro apelo, este muito mais substancial, a aparição de La Sallete em 1846 é riquíssima em detalhes, e fala diretamente aos bispos e cardeais, sobre uma briga interna na Igreja de Cristo que faria perder muitas almas, La Sallete cita partes do Apocalipse como a figuração do dragão que arrasta 1/3 das estrelas do céu. Averte sobre a situação dos seminários, os casos de luxúria e pedofilia, sobre os maus livros que espalharão uma falsa doutrina sobres a terra e acabará pouco a pouco com a fé dos homens, não é preciso ser gênio e saber que se trata do Alain Kardeck e a codificação do espiritismo. Nossa Senhora inclusive previu o despojamento das Igrejas principalmente na França, o preço que a Itália pagaria através da guerra, advertiu o Papa para que não confiasse em Napoleão. Previu o crescimento da doutrina espirita e confirmou que os espíritos não são nada mais que demônios que enganam a muitos. Previu a grande crise de fé da Igreja, identificou este tempo como um tempo de trevas e perseguições sem fim. Afastados de Deus os homens servirão a si mesmos, esquecendo de Deus e da fé. O objetivo será apagar Deus da vida dos homens, dar valor a um materialismo e prazeres mundanos. Em 1865 a Virgem já previa que as casas religiosas seriam enganadas que o demônio usando de malícia faria entrar nelas todo tipo de homens e mulheres entregues aos prazeres mundanos, dispostos a desvirtuar a Casa de Deus. O mundo será consumido por uma série de desastres naturais, mas não será o fim. Após as orações e clamor dos fieis, haverá um momento de paz, que não durará muito. ( creio que a Virgem previu a primeira grande guerra  e o inicio da segunda e mais devastadora ainda que a primeira ). Anunciou que após um longo período da paz, onde os homens se entregarão a todo tipo de prazer e divertimento, surgirá um anti Cristo, que enganaria a muitos , este anti Cristo com a ajuda de várias nações combaterá com o verdadeiro Cristo, e acabará com o culto a Deus ( a Missa ). Mas a Virgem diz que existe um grupo de fieis que combaterão com este exército e ela estará ao seu lado. Ela disse que este será o tempo das testemunhas Enoc e Elias falarão a favor de Deus ( não tem como não pensar que neste tempo temos dois Papas vivos ). Sugiro que pesquisem a mensagem de La Salette e tirem suas conclusões, ela é muito clara e reveladora, facilmente se o fiel conhecer de sua doutrina se familizará com ela.

Concluindo as aparições Marianas, digo que fatos magníficos como estes vem apenas confirmar a doutrina que recebemos dos apóstolos, que apesar de todos os tropeços e dúvidas estamos na Casa certa e devemos batalhar sempre contra a serpente. As aparições confirmam os dogmas, a aparição de Lourdes à Santa Bernadete Soubirus confirmou o dogma da Imaculada Conceição.

No próximo tópico quero abordar outro tema milagroso que confirma outro dogma, os estigmas das chagas de Jesus.
 
Mônica Romano é catequista em Belo Horizonte, Minas Gerais, e colaboradora do Portal Catolicismo Romano.
 
< Anterior   Próximo >
Copyright © 2010 Catolicismo Romano | Powered by UNOPress