Santuario D’ Oropa – Biella – Italia
Provincia di Roma
Associação Madre Cabrini
Chiesa Cattolica Italiana
Catolicismo Romano
Provincia di Biella
FIDEL QUE FIM DEU? PDF Imprimir E-mail

O comunista Fidel CastroUma fábrica de psicopatas com doutorado e diplomas universitários que invadiram as redações de jornais e revistas. Invadiram as escolas e corromperam moral e espiritualmente professores que hoje dão aulas de Revolução Cubana comunistas para jovens e crianças. No Brasil temos o exemplo de Lula da Silva que chegou ao poder influenciado por assassinos sanguinários como o amigo e ídolo de Fidel Castro, Che Guevara.

Na Igreja Católica a revolução comunistas invadiu os seminários, contaminou o Clero e levou um admirador Peronista, defensor da Revolução Bolivariana a emitir uma nota denotando tristeza com a morte do ditador comunista que agora coloca em festa o inferno.

A morte física de Fidel Castro não significa a morte da metástase do relativismo teológico que dominou os cérebros de fiéis ingênuos que não conseguem entender a gravidade dos males propagados pelo ateu, comunista e assassino de várias pessoas na ilha cubana. Muitos deles, se escondem por trás do manto de misericórdia com o discurso do Não Julgueis, esquecendo-se que Cristo é misericordioso, mas também justo.

Os relógios Rolex, ostentados pelo hipócrita comunista cubano é o símbolo do objeto que contou as horas para que o ditador se encontrasse com aquele que o guiou na Terra, que o recebe em festa.

O psicopata comunista, Fidel Castro foi homenageado pela mídia hipócrita, alienada e cúmplice por ajudar na destruição da civilização ocidental e dos princípios católicos, escrevendo e publicando reportagens e dados endeusando o regime assassino que destruiu Cuba. Isso se deve ao fato de que os secularitas, defensores da Nova Era, usam a muleta ideológica comunista para tentar se passar por defensores dos mais pobres e se colocam no pedestal da “santidade” realativista moral, que prega e defende a distribuição igualitária de bens matérias, não se importando que para isso a moralidade e o cristianismo sejam destruídos, levando todos a viverem, igualmente, na miséria material, moral e sem fé. Colocando que distribuir cestas básicas e ser misericordioso é o suficiente para ser considerado bom cristão.

Fidel. Que Fim Deu? Sua ditadura cubana, de 1959 até 2004 mostram que foram fuzilados 5.621 pessoas. Assassinados extrajudicialmente: 1.163. Presos políticos mortos no cárcere por maus tratos, falta de assistência médica ou causas naturais: 1.081. Guerrilheiros anticastristas mortos em combate: 1.258. Foram mortos 14.160 soldados cubanos em missões no exterior. Mortos ou desaparecidos em tentativas de fuga do país foram 77.824. Civis mortos em ataques químicos em Mavinga, Angola foram 5.000. Guerrilheiros da Unita mortos em combate contra tropas cubanas foram 9.380. Total: 115.127 . Fora os milhares que morreram no mar fugindo para Miami e mais de 1 milhão de refugiados.

Para os que não entendem que a morte de um psicopata, assassino e dissimulado comunista não é encarada por católicos verdadeiros como motivo de que para Deus tudo pode ser perdoado, apenas, mas pelo contrário, para Deus, "A cidade inteira ... se alegra quando morre um homem perverso." (Pv 11,10).

Para os que teimam em defender em teimarem em ficar cegos com os fatos, a morte física de Fidel Castro não promove nenhum efeito, pois foram dominados , pela alma as armadilhas de Satanás, que usa da falsa piedade, para dominar as almas mal alicerçadas na fé e na sabedoria cristã. Pois defender genocida denota que a loucura já domina o cérebro, procriando a fábricas de psicopatas que defendem psicopatas.

Sim, o mundo está louco, e Fidel foi um dos que ajudaram a espalhar e fabricar loucos com diplomas universitários, teológicos, se elegerem como deputados e o mais terrível, condenar ao inferno milhares de almas, ao invés de exercerem o seu papel de diretor espiritual.

Comemoremos, pois Deus nos dá no dia de hoje, a oportunidade de mostrar todas as loucuras produzidas por comunistas que usaram e abusaram do secularismo e do afastamento das pessoas com o sagrado, para produzirem apenas mortes, dor e sofrimento. Que os católicos aprendam que o Che que, devemos nos inspirar não é o Guevara, mas sim o "Terton', Chesterton.

Que o diabo o receba em festa!

 
< Anterior   Próximo >
Copyright © 2010 Catolicismo Romano | Powered by UNOPress