Provincia di Roma
Associação Madre Cabrini
Catolicismo Romano
Chiesa Cattolica Italiana
Provincia di Biella
Santuario D’ Oropa – Biella – Italia
Em missa de crisma, Papa Francisco pede respeito aos pobres PDF Imprimir E-mail
O papa Francisco realizou a tradicional missa de crisma na Basílica de São Pedro, evento que faz parte da agenda de celebrações do Pontífice para a Páscoa.

Na ocasião, o líder da Igreja Católica pediu que os sacerdotes de todo o mundo escutem o chamado “cheio de alegria” do Evangelho, sigam um caminho samaritano e da “ternura” e não esqueçam de respeitar os pobres. Com essas palavras, Francisco deu início à missa de crisma, durante a qual os sacerdotes renovam as promessas feitas no momento da consagração e na qual são benzidos os óleos que são usados aos doentes, aos catecúmenos, ou seja, às pessoas que se preparam para o batismo, e aos crismados durante os ritos de todo o ano litúrgico.

A missa é celebrada em todas as igrejas católicas do mundo e é voltada principalmente à reflexão sobre o sacerdócio. Já nesta tarde, o Papa realizará a missa “Coena Domini” com o famoso rito do Lava-Pés na Casa de Reclusão de Paliano, no centro-sul da Itália. Relembrando Madre Teresa de Calcutá, que ensinou a “tocar” as pessoas, o Papa exortou durante a missa “o modo de tocar com as mãos as pessoas, as carências sacerdotais, os doentes, os desesperados” e disse que um sacerdote deve ser “um homem da ternura e da concretude”. Segundo Mario Jorge Bergoglio, o anúncio do evangelho não pode ser “pretensioso”, mas sim deve respeitar os pobres e ser “concreto, tenro e humilde”. Se ele for desse jeito, será “cheio de alegria”. Para o religioso argentino, de Jesus devemos aprender “a integridade suave, humilde, e pobre”.
 
< Anterior   Próximo >
Copyright © 2010 Catolicismo Romano | Powered by UNOPress