Chiesa Cattolica Italiana
Associação Madre Cabrini
Catolicismo Romano
Provincia di Roma
Provincia di Biella
Santuario D’ Oropa – Biella – Italia
Papa Francisco celebra Paixão de Cristo e recorda mortes em guerras PDF Imprimir E-mail
O papa Francisco celebrou nesta sexta-feira (14) a missa da Paixão de Cristo na Basílica de São Pedro, no Vaticano, como parte dos rituais de Páscoa.   


Diante do altar, o líder da Igreja Católica se ajoelhou e permaneceu em silêncio se confessando.   


O pregador oficial da Casa Pontifícia, padre Raniero Cantalamessa, celebrou a homilia da missa e fez uma dura crítica às mortes ocorridas em conflitos nas últimas semanas. “A história da Paixão de Cristo é a narração de uma morte violenta. E notícias de mortes violentas não têm faltado nos noticiários”, comentou. “Ouvimos recentemente a notícia da morte de civis e crianças sírias com armas químicas, assim como a morte de 38 cristãos coptas no Egito na celebração de Domingo de Ramos. Estas notícias vêm tão rapidamente e constantemente que nos fazem esquecer do que ocorreu no dia anterior”, disse o padre. “Após 2.000 anos, o mundo ainda lembra, como se fosse ontem, a morte de Cristo? E que esta morte mudou para sempre a concepção da morte, deu um novo sentido à morte do ser humano”, argumentou Cantalamessa.   


O pregador usou citações de filósofos, como Nietzsche e Sarte, e até referências ao pintor Salvador Dalì, para compor sua homilia de Páscoa. Nesta noite, o papa Francisco preside ainda a Via Sacra no Coliseu, em Roma.

 
< Anterior   Próximo >
Copyright © 2010 Catolicismo Romano | Powered by UNOPress