Santuario D’ Oropa – Biella – Italia
Associação Madre Cabrini
Chiesa Cattolica Italiana
Provincia di Roma
Catolicismo Romano
Provincia di Biella
Casal gay recebe carta do Vaticano após batizar filhos PDF Imprimir E-mail
Após enviar uma carta de agradecimento ao papa Francisco pelo batismo dos três filhos em uma igreja de Curitiba, o casal Toni Reis e David Harrad recebeu uma resposta do Vaticano e publicou a nota nas redes sociais.   


O documento, assinado pelo assessor de Assuntos Gerais da Secretaria de Estado Vaticano, monsenhor Paolo Borgia, informa que “o Santo Padre viu com apreço a sua carta” e que o “Papa Francisco lhe deseja felicidades”.   


“Ao agradecer, da parte do Sucessor de Pedro, o testemunho de adesão e as palavras de homenagem, posso acrescentar: também o Papa Francisco lhe deseja felicidades, invocando para sua família a abundância das graças divinas, a fim de viverem constante e fielmente a condição de cristãos, como bons filhos de Deus e da Igreja, ao enviar-lhes uma propiciadora Benção Apostólica, pedindo para que não esqueçam de rezar por ele”, diz o documento.   


A carta foi assinada no dia 10 de julho, mas o casal só viu o documento ao voltar de férias, nesta semana.   

Reis e Harrad batizaram os três filhos Alyson, 16 anos, Jéssica, 14, e Felipe, 12, no dia 23 de abril. Segundo relato dos pais, o pedido de batismo dos filhos foi negado por quatro capelas até ser realizado na Catedral Basílica de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, em Curitiba.   


Desde que assumiu o Pontificado, em 2013, o papa Francisco propõe a abertura às pessoas homossexuais dentro da Igreja Católica, apesar de manter a orientação de que o casamento só pode ser realizado entre um homem e uma mulher.   


Para o Pontífice, é preciso acolher e aproximar os homossexuais da instituição e não afastá-los da fé. Uma de suas frases mais marcantes sobre o tema ocorreu em 2013, quando estava viajando para o Rio de Janeiro, em que foi questionado como seria sua relação com os homossexuais católicos.   


“Quem sou eu para julgar os gays?”, afirmou Francisco na ocasião.   


Confira a íntegra do texto: “Prezado Senhor, O Santo Padre viu com apreço a sua carta, com a qual se exprimia sentimentos de estima e veneração e formulava votos pelos bons frutos espirituais do Seu ministério de Pastor da Igreja Universal.   


Ao agradecer, da parte do Sucessor de Pedro, o testemunho de adesão e as palavras de homenagem, posso acrescentar: também o Papa Francisco lhe deseja felicidades, invocando para sua família a abundância das graças divinas, a fim de viverem constante e fielmente a condição de cristãos, como bons filhos de Deus e da Igreja, ao enviar-lhes uma propiciadora Benção Apostólica, pedindo para que não esqueçam de rezar por ele.   


Aproveito a ocasião para lhe exprimir a minha fraterna estima em Cristo Senhor.   


Mons. Paolo Borgia, Assessor para os Assuntos Gerais”.

 
< Anterior   Próximo >
Copyright © 2010 Catolicismo Romano | Powered by UNOPress