Últimas Notícias

Igreja devastada por terremoto é reaberta na Itália

Paramentos Litúrgicos

Por Enrica Di Battista – Após 10 anos do terremoto que devastou L’Aquila, capital de Abruzzo, no centro da Itália, a cidade reabriu ao público a Igreja de San Silvestro, uma das mais famosas da região. A cerimônia de reinauguração contará com a presença do secretário regional do Ministério da Cultura para Abruzzo, Stefano D’Amico, do prefeito de L’Aquila, Pierluigi Biondi, do arcebispo local, Giuseppe Petrocchi, e o subsecretário para bens e atividades culturais, Gianluca Vacca. Além deles, estarão no evento os diretores de construção, Augusto Ciciotti e Marcello Marchetti, e os responsáveis pela restauração, Biancamaria Colasacco e Panfilo Porziella.

Por ocasião do aniversário de 10 anos da tragédia realizado em abril passado, a agência Ansa visitou a catedral antes de sua abertura para realizar uma inspeção do local. Em 2009, a igreja sofreu danos consideráveis e, desde as primeiras semanas após o terremoto, a Brigada de Incêndio, coordenada pelo Ministério italiano, realizou a segurança do prédio. A restauração do local envolvia a recuperação da torre do sino e as paredes do perímetro, a fachada, os arcos, os pilares circulares e até mesmo a cobertura.

Durante o processo, diversos afrescos foram encontrados nas paredes laterais depois da remoção do entulho. Uma das descobertas mais antiga e significativa foi feita na sacristia, onde foram localizados afrescos do século 13. “Uma coleção de milhares de pequenos fragmentos de pinturas, uma obra de restauradores extraordinários, foram feitas desde as primeiras semanas após o terremoto”, afirmaram os restauradores. Na capela ainda pode ser encontrado um retábulo e uma cópia da pintura “A Visitação de Rafael”, do mestre italiano Rafael, que está atualmente nos depósitos e será realocada em breve. Já a fachada de San Silvestro exigiu um considerável empenho na restauração, tanto para a recuperação estrutural quanto para a melhoria dos aparatos decorativos.

O valor total da obra está avaliado em 6 milhões e 700 mil euros. Ao todo, segundo a estimativa do Gabinete Especial para a Reconstrução de L’Aquila (Usra), a cidade e os municípios dos arredores ainda precisam de mais de 7 bilhões de euros para completar a reconstrução da área. O terremoto de magnitude 6,3 na escala Richter ocorreu na madrugada de 6 de abril de 2009 e deixou 309 mortos, 1,6 mil feridos, milhares de desabrigados e uma cicatriz no centro da Itália.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar