Últimas Notícias

Incêndio de grandes proporções destrói igreja histórica em Minas Gerais

Paramentos Litúrgicos

A histórica Capela de Santa Rita de Cássia, que fica no distrito de Sopa, em Diamantina, a 291 km de Belo Horizonte, foi completamente tomada pelo fogo. Três viaturas do Corpo de Bombeiros estiveram no local combatendo as chamas.

Ainda não se sabe o que causou o incêndio. Segundo a Secretaria de Cultura de Diamantina, a capela de Santa Rita de Cássia foi o primeiro acervo arquitetônico tombado pelo distrito em toda a sua história, em 2003. A capela passou por obras de restauração durantes os anos de 2015 e 2016, sendo reaberta para o público em 2017.

Não se sabe quando a igreja foi construída, mas a estimativa é de que o prédio tenha sido erguido no século 18.

A capela, cercada por muro de lajes caiado, está localizada em sítio privilegiado, de onde se descortina uma ampla e agradável perspectiva. Seu aspecto atual leva a supor tenha ocorrido uma reconstrução relativamente recente do tempo. A fachada, de composição bastante harmoniosa, faz ressaltar a presença da torre central e única, com suas janelas sineiras em gelosia e a cobertura tradicional em telhadinho de quatro águas. A empena se resolve à maneira de um frontão reto, delimitado por cimalha e beiradas recobertas por fiadas de telhas. Os vãos, simetricamente distribuídos em secções marcadas por cinhais e esteios de madeira, compreendem três janelas de caixilhos de vidro, à altura do coro, e a porta principal em almofadas, todos esses vãos encimados por vergas alteadas. Internamente, compensando a ausência de retábulos em talha, vê-se interessante altar-mor em delicado trabalho de gosto popular.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Fechar